10 motivos para você usar a gelatina ágar-ágar (vegetal) ao invés da convencional (animal)

- visualizações

10 motivos para você usar a gelatina ágar-ágar (vegetal) ao invés da convencional (animal)


244 pessoas agradeceram por este conteúdo.


––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––

Ágar-ágar na Loja Vista-se – Entregamos em qualquer lugar do Brasil.
Centenas de produtos veganos à pronta-entrega.
Frete baixo, entrega rápida.
Compre aqui

––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––

O que é ágar-ágar

O uso da ágar-ágar – conhecida também simplesmente como “ágar” -, é centenário. Especialistas acreditam que o processo de produção dela iniciou-se no Japão por volta de 1650. Até hoje, a gelatina extraída através do processo de fervura das algas vermelhas (Gelidium sp.) é largamente usada na alimentação oriental e ganha cada vez mais adeptos no mundo todo.

Um alimento muito saudável

Os benefícios à saúde são muitos. Por conter impressionantes 94,8% de fibras solúveis, o consumo frequente ajuda a regular o funcionamento do intestino. Também por causa das fibras, a ágar proporciona saciedade com pouca quantidade consumida e praticamente não tem calorias, o que certamente ajuda muito na hora de ficar em paz com a balança.

Um dos segredos dos grandes chefs de cozinha

Para a culinária, é um coringa. A ágar é comercializada principalmente em pó e basta uma colher de chá não muito cheia para fazer uma xícara de gelatina saudável. O poder gelidificante da gelatina vegetal é dez vezes maior que o da gelatina convencional. Além disso, a ágar não necessita ir à geladeira para ficar firme e também não derrete em temperatura ambiente, como a outra. Por não alterar o sabor dos alimentos, é perfeita sobremesas e também para pratos salgados, como queijos vegetais (receita) e molhos encorpados.

Ética, limpa e segura para sua família

A ágar é a melhor opção na hora de escolher a gelatina que você vai comprar porque o processo de produção dela não é cruel. A gelatina convencional é feita a partir da fervura de ossos, tendões, pele e restos de animais que são mortos nos abatedouros. O mais comum é que sejam restos de bois e de porcos. Já a ágar, é obtida com a fervura de algas marinhas. O resultado é um pó branco idêntico à gelatina de origem animal, só que mais saudável e ético. Por ser de origem vegetal, a ágar oferece risco praticamente zero de contaminação por bactérias que causam doenças graves.

Quanto custa e onde comprar

O preço da gelatina vegetal é aparentemente maior que o da convencional. Porém, ela rende muito mais, tornando o custo-benefício muito atraente. Um pacotinho com 16g de ágar custa aproximadamente R$ 7,00 e rende cerca de 2 litros de gelatina pronta. A ágar é vendida principalmente em casas de produtos orientais, mas também pode ser encontrada em alguns supermercados e em lojas virtuais (compre na Loja Vista-se – compre aqui).

Como fazer sua primeira receita com ágar

Faça uma xícara do seu suco de fruta favorito. Coloque em uma panela e misture uma colher de chá de ágar. Acenda o fogo e mexa até levantar fervura. Coloque em um recipiente e espere esfriar. Se achar necessário, leve à geladeira por 2 horas.

Você pode variar a receita, com mais ou menos ágar e pode também acrescentar pedaços de frutas.

Veja nossa lista de 10 motivos para você escolher a gelatina vegetal

1. Livre de crueldade. Sua produção não envolve a morte de animais.
2. Ajuda a regular o intestino.
3. Ajuda a emagrecer.
4. Não altera o sabor dos alimentos.
5. Tem melhor custo-benefício (rende muito mais).
6. Não derrete à temperatura ambiente.
7. Poder gelificante dez vezes maior.
8. Quase totalmente composta de fibras alimentares (94,8%).
9. Livre de corantes e aditivos químicos.
10. Versátil, serve tanto para doces quanto para salgados.

244 pessoas agradeceram por este conteúdo.

Ir para a capa do Vista-se (clique aqui)

Apoie com R$ 1,00 por mês (clique aqui)

Nossas redes sociais:
Facebook | YouTube | Instagram | Twitter

Publicidade: