Crianças que crescem com animais de estimação têm tendência a se tornarem adultos vegetarianos

- visualizações

Crianças que crescem com animais de estimação têm tendência a se tornarem adultos vegetarianos

Adote um animalzinho que precisa.


129 pessoas agradeceram por este conteúdo.


Um estudo realizado na State University of New York, nos Estados Unidos, concluiu que há uma forte conexão entre a presença de animais na vida de uma criança e suas escolhas alimentares futuras.

“A exposição a diferentes bichos de estimação na infância leva a maior restrição de produtos de origem animal na dieta por meio de atitudes mais positivas em relação aos bichos, e uma oposição moral à exploração deles.” – afirmou Sidney Heiss, psicóloga que coordenou oe studo.

A pesquisadora aplicou perguntas sobre a infância e o comportamento alimentar de 325 jovens adultos para chegar a esse resultado.

A conclusão de Heiss faz todo o sentido, já que a maioria das crianças tem forte empatia pelos animais. Prova disso é que quase todos os personagens infantis são representações de animais e, muitos deles, de animais considerados de consumo, como a porquinha Peppa. Para as crianças, todos os animais merecem respeito, não só cães e gatos.

Se você tem filhos e se animou com a ideia de proporcionar uma infância com animais por perto para eles, lembre-se: jamais compre animais. Dê o bom exemplo e adote um dos milhares de animais que estão esperando por uma nova chance na vida.

129 pessoas agradeceram por este conteúdo.

Ir para a capa do Vista-se (clique aqui)

Apoie com R$ 1,00 por mês (clique aqui)

Nossas redes sociais:
Facebook | YouTube | Instagram | Twitter

Publicidade: