Animais vivos usados em testes com produtos que causam contaminação são levados da UNESP

- visualizações

Animais vivos usados em testes com produtos que causam contaminação são levados da UNESP

Entenda o caso.


143 pessoas agradeceram por este conteúdo.


Na madrugada desta quarta-feira (9), pessoas entraram no campus da UNESP (Universidade Estadual Paulista) em Ilha Solteira, interior de São Paulo, e levaram 50 peixes que estavam em tanques sendo expostos a compostos químicos.

A ação provavelmente não foi realizada por simpatizantes da causa animal, já que alguns animais foram deixados para trás e foram encontrados mortos perto dos tanques. As investigações apontam que os animais foram furtados para consumo. No entanto, os animais estão contaminados por hormônios e substâncias tóxicas, alertam representantes da universidade.

Essas substâncias tóxicas foram propositalmente colocadas na água dos tanques para análises da espécie Piracanjuba, peixe que corre risco de extinção. Os pesquisadores da UNESP querem saber como substâncias tóxicas agem nesses animais e, para isso, matam centenas deles com doses constantes de substâncias tóxicas.

Segundo uma reportagem realizada pela TV TEM, afiliada da Rede Globo, os 50 animais levados são apenas parte de um projeto maior envolvendo esses peixes.

Assista ao vídeo | YouTube

143 pessoas agradeceram por este conteúdo.

Ir para a capa do Vista-se (clique aqui)

Apoie com R$ 1,00 por mês (clique aqui)

Nossas redes sociais:
Facebook | YouTube | Instagram | Twitter

Publicidade: