Após anúncio de ruralista como ministra da Agricultura, general ironiza: ‘vai ser vegano’

- visualizações

Após anúncio de ruralista como ministra da Agricultura, general ironiza: ‘vai ser vegano’

Bolsonaro começa a cumprir promessa de governar para o agronegócio.


272 pessoas agradeceram por este conteúdo.


O presidente eleito Jair Bolsonaro anunciou nessa quarta-feira (7) a deputada Tereza Cristina (DEM) para o comando do Ministério da Agricultura.

Tereza é atual presidente da Frente Parlamentar Agropecuária, conhecida como Bancada Ruralista. A deputada foi uma das principais articuladoras nos últimos meses do Projeto de Lei 6299/02, que facilita a liberação dos agrotóxicos no Brasil e que estava parado no Congresso há 16 anos.

Por sua defesa ao projeto que ficou conhecido como PL do Veneno, Tereza ganhou o apelido de “Musa do Veneno”. Muito de seu empenho pelo PL do Veneno pode ter sido influenciado pelas doações de empresas de agrotóxicos que recebeu para sua campanha eleitoral.

O general Augusto Heleno, que assumirá o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) no governo Bolsonaro, comentou a escolha de Tereza para a pasta da Agricultura em conversa com jornalistas. Heleno foi questionado sobre se o Ministério da Agricultura teria um papel diferente do que tem hoje com a chegada da presidente da Bancada Ruralista.

“Rapaz, sabe que eu não sei. Não tenho a menor ideia. Vai ser vegano.” – ironizou o general.

Conforme prometido durante sua campanha, Bolsonaro entregou o Ministério da Agricultura a uma ruralista. O nome de Tereza Cristina foi uma indicação da Bancada Ruralista, conforme anunciado no site oficial da bancada (veja aqui).

O nome para o Ministério do Meio Ambiente ainda não foi anunciado, mas é certo que será também de alguém ligado ao agronegócio.

272 pessoas agradeceram por este conteúdo.

publicidade


Ir para a capa do Vista-se (clique aqui)

Apoie com R$ 1,00 por mês (clique aqui)

Nossas redes sociais:
Facebook | YouTube | Instagram | Twitter

Publicidade: