Ativista vegana de apenas 16 anos é indicada ao Nobel da Paz por seu trabalho ambientalista

- visualizações

Ativista vegana de apenas 16 anos é indicada ao Nobel da Paz por seu trabalho ambientalista

Determinada.


442 pessoas agradeceram por este conteúdo.


Greta Thunberg (Instagram) é uma adolescente sueca de 16 anos que ouviu na escola sobre o aquecimento global. Ela levou tão a sério o problema que resolveu faltar à escola toda sexta-feira durante 3 semanas para ir até o Parlamento de seu país para protestar silenciosamente pelo clima.

No início, ela ia sozinha com uma placa escrita à mão que ela usa até hoje com a seguinte frase: “Greve de escola pelo clima.” Aos poucos, outros colegas foram aderindo e ela deu um nome ao movimento: Fridays For Future (Sextas-feiras Pelo Futuro).

O movimento criado por Greta juntou recentemente mais de 1 milhão de pessoas em diversas cidades espalhadas pelo planeta – inclusive no Brasil – em protesto por atitudes mais rígidas dos políticos em relação ao aquecimento global.

“Os adultos ficam dizendo: ‘devemos dar esperança aos jovens’. Mas eu não quero a sua esperança. Eu não quero que vocês estejam esperançosos. Eu quero que vocês estejam em pânico. Quero que vocês sintam o medo que eu sinto todos os dias. E eu quero que vocês ajam. Quero que ajam como agiriam em uma crise. Quero que vocês ajam como se a casa estivesse pegando fogo, porque está!” – diz a jovem.

Durante os últimos meses, Greta ganhou notoriedade merecida e foi convidada em dezembro passado a falar na Convenção do Clima das Nações Unidas (COP24), em Katowice, na Polônia. Seu discurso ganhou o mundo pela dureza das palavras na cobrança por ação. Veja o vídeo abaixo.

Segundo as regras do Prêmio Nobel, legisladores nacionais de todo o mundo podem sugerir nomes para a premiação. Três políticos noruegueses, então, indicaram Greta para o Nobel da Paz. O resultado sai em dezembro deste ano, mas a indicação em si já é uma vitória e deu ainda mais força às palavras de Greta.

Apesar de ter iniciado um movimento grandioso de jovens em prol do clima, Greta não parou por aí. Ela se tornou vegana e decidiu que não fará mais viagens de avião por conta das emissões de carbono. Ela rejeitou diversos convites para palestrar pelo mundo por não poder se locomover até o local de uma forma ecológica. Pela Europa, ela costuma viajar de trem.

Assista ao vídeo | YouTube

IMPORTANTE: ative as legendas em português no player do YouTube abaixo.

442 pessoas agradeceram por este conteúdo.

publicidade


Ir para a capa do Vista-se (clique aqui)

Apoie com R$ 1,00 por mês (clique aqui)

Nossas redes sociais:
Facebook | YouTube | Instagram | Twitter

Publicidade: