Ativistas veganos são agredidos fisicamente ao entrarem em granja de porcos para filmar

- visualizações

Ativistas veganos são agredidos fisicamente ao entrarem em granja de porcos para filmar

Entenda o que houve.


107 pessoas agradeceram por este conteúdo.


Ativistas veganos do grupo Direct Action Everywhere sofreram agressões físicas em uma granja de porcos nesta semana, na França.

Como costumam fazer, o grupo entrou em uma fazenda de criação de porcos para filmar como estavam os animais lá dentro. Logo no início, um funcionário do local chegou já empurrando, chutando e puxando os ativistas com toda força. Alguns estavam acorrentados às grades onde ficam os animais para que o grupo ganhasse tempo para filmar mais.

O caso aconteceu na maior granja de porcos da França, na qual são mortos cerca de 30.000 porcos por ano. Este número certamente é superado por centenas de granjas de porcos no Brasil.

Esse tipo de exploração é especialmente comum no estado de Santa Catarina, de onde saem pedaços de porcos para todo país. Mas há locais semelhantes em todo o Brasil, infelizmente.

Quem compra ou consome produtos animais é o grande financiador de tudo isso.

Assista ao vídeo | YouTube

107 pessoas agradeceram por este conteúdo.

Ir para a capa do Vista-se (clique aqui)

Apoie com R$ 1,00 por mês (clique aqui)

Nossas redes sociais:
Facebook | YouTube | Instagram | Twitter

Publicidade: