Bolsonaro almoça com embaixador de Israel, mas foto divulgada esconde o animal que eles comeram

- visualizações

Bolsonaro almoça com embaixador de Israel, mas foto divulgada esconde o animal que eles comeram

Driblando as leis religiosas que defendem.


111 pessoas agradeceram por este conteúdo.


O presidente Jair Bolsonaro almoçou no último domingo (7) com o embaixador de Israel, Yossi Shelley. A foto divulgada pela página oficial da embaixada no Facebook, no entanto, apresentou borrões pretos nos pratos deles (veja aqui).

A tentativa inacreditavelmente amadora de esconder o que havia nos pratos despertou curiosidade. Segundo apurou o jornal Folha de S. Paulo (veja aqui), a embaixada não quis mostrar o que tinha nos pratos porque a refeição era lagostim, um tipo de animal não permitido pelo judaísmo.

De acordo com o livro sagrado do judaísmo, o Torá, os animais chamados de frutos do mar como lagosta, camarão, ostra, caranguejo e outros não são permitidos para alimentação. “Podereis comer de tudo o que vive nas águas, seja nos mares ou nos rios, desde que tenha nadadeiras e escamas.” – diz o Torá.

111 pessoas agradeceram por este conteúdo.

Ir para a capa do Vista-se (clique aqui)

Apoie com R$ 1,00 por mês (clique aqui)

Nossas redes sociais:
Facebook | YouTube | Instagram | Twitter

Publicidade: