- visualizações

Brasil continua matando 1 boi, 1 porco e 189 frangos a cada segundo – dados do IBGE

Você não leu errado, é por segundo mesmo.


46 pessoas agradeceram por este conteúdo.


[responsivevoice_button voice=”Brazilian Portuguese Female” buttontext=”Ouvir / Parar”]


A cada 3 meses, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) publica dados estatísticos sobre o abate de animais feito de forma legalizada no país (veja aqui). No 3º trimestre de 2016, como era de se esperar, o número de porcos, aves e bois mortos continuou altíssimo. Note que não há peixes nas estatísticas. Isso acontece porque esses animais não são contados como indivíduos, e sim contados como toneladas apenas.

Durante os meses de julho, agosto e setembro, 7,3 milhões de bovinos foram mortos. No mesmo período, 10,5 milhões de porcos perderam a vida devido a demanda por produtos de origem animal que ainda é vista como normal na maioria das famílias. Quando se fala em abate de frangos o número é ainda mais chocante: 1,5 bilhão de animais foram mortos nos 3 meses citados.

Fazendo as contas conforme a imagem abaixo, podemos concluir que a cada segundo – sim, segundo! – o Brasil mata 181 animais que têm sistema nervoso e diversas outras características que também são encontradas em nós, humanos.

Esses números tratam apenas dos abates considerados legais, com documentação. Estima-se que, considerando os locais clandestinos, esse número seja 30% maior. A estimativa de que 30% de toda a carne vendida dos açougues e supermercados brasileiros é clandestina foi mostrada pelo programa Fantástico, da Rede Globo, em 2013 (relembre aqui).

Se você não quer fazer parte desses números como alguém que paga para que esses animais sejam mortos, torne-se vegano hoje. Parar apenas de comer carne adianta? Em partes, sim. Mas a verdade é que o consumo de laticínios e ovos mata mais em animais em número de indivíduos do que o consumo de carne em si.

Mas, como quem come carne quase sempre também consome outros produtos de origem animal, parar com a carne já pode ser considerado um primeiro passo.

Saiba mais sobre o veganismo e deixe de demandar todos os produtos de origem animal na alimentação e em outros hábitos de consumo: www.sejavegano.com.br.

 

46 pessoas agradeceram por este conteúdo.

Ir para a capa do Vista-se (clique aqui)

Apoie com R$ 1,00 por mês (clique aqui)

Nossas redes sociais:
Facebook | YouTube | Instagram | Twitter

Publicidade: