Carrefour reconhece gravidade do problema e 10 mil pessoas confirmam protesto na loja no sábado

- visualizações

Carrefour reconhece gravidade do problema e 10 mil pessoas confirmam protesto na loja no sábado

Veja o que diz agora o hipermercado.


185 pessoas agradeceram por este conteúdo.


A rede de hipermercados Carrefour Brasil finalmente emitiu uma nota na qual afirma que não vai se eximir de sua responsabilidade sobre o caso do cãozinho morto na loja de Osasco, em São Paulo (entenda o caso).

No texto, publicado na noite de terça-feira (4) na página do Facebook (veja aqui) e apenas nas Histórias do Instagram, a rede também diz que reconhece a gravidade do problema ocorrido. Mesmo que esse reconhecimento tenha acontecido uma semana após o crime ser cometido, já é alguma coisa.

O Carrefour diz ainda que o funcionário foi afastado desde o início das investigações e afirma também que terá uma nova política de proteção e defesa dos animais e aceitará a ajuda de ONGs e entidades relacionadas à causa animal para isso.

Um evento criado no Facebook que convoca todos os interessados para um grande protesto na loja onde ocorreu o crime, em Osasco, já conta com quase 10 mil pessoas confirmadas e mais de 44 mil interessadas (veja aqui).

Serviço

Evento no Facebook (confirme presença)

Data: 08/12, sábado
Horário: pontualmente às 15 horas
Valor: entrada gratuita
Local: Carrefour
Endereço: Av. dos Autonomistas, 1542 – Vila Yara – Osasco-SP
Distância: calcule a distância do seu local até o evento (calcule aqui)

Confira na íntegra a nota mais recente emitida pelo Carrefour:

“O Carrefour reconhece que um grave problema ocorreu em nossa loja de Osasco. A empresa não vai se eximir da responsabilidade. Estamos tristes com a morte desse animal.

Somos os maiores interessados para que todos os fatos sejam esclarecidos. Por isso, aguardamos que as autoridades concluam rapidamente as investigações. Desde o início da apuração, o funcionário de empresa terceirizada foi afastado.

Qualquer que seja a conclusão do inquérito, estamos inteiramente comprometidos em dar uma resposta a todos.

Queremos informar também que estamos recebendo sugestões de várias entidades e ONGs ligadas à causa que vão nos auxiliar na construção de uma nova política para a proteção e defesa dos animais.

Carrefour Brasil.”

Abaixo, a reprodução das imagens que a polícia está usando para esclarecer o caso.

185 pessoas agradeceram por este conteúdo.

Ir para a capa do Vista-se (clique aqui)

Apoie com R$ 1,00 por mês (clique aqui)

Nossas redes sociais:
Facebook | YouTube | Instagram | Twitter

Publicidade: