Casanova e Sonny – Bebês salvos da indústria do leite

- visualizações

Casanova e Sonny – Bebês salvos da indústria do leite


  Achou útil? Clique no coração e agradeça.


De marejar os olhos. Creio que não exista melhor definição para o que você vai assistir em instantes. Sem cenas fortes, o filme de 5 minutos abaixo mostra a história de 2 bebês que foram salvos pelo santuário norte-americano Animal Acres. O lugar é uma fazenda onde é possível encontrar diversas espécies de animais que foram salvos da indústria de produtos de origem animal. Os bebês no vídeo, chamados Casanova e Sonny, foram resgatados de uma fazenda que produz leite.

Todos sabemos, ou deveríamos saber, que a indústria do leite funciona assim (forma simplificada): Para dar leite, as vacas devem permanecer prenhas – este processo é feito normalmente com inseminação artificial. No período em que elas carregam um bezerro ou no período pós-parto, elas produzem leite, assim como uma mulher e assim como todos os mamíferos.

Quando um bebê nasce fruto da indústria do leite, ele tem 2 destinos possíveis:

Se for uma bebezinha fêmea: vai crescer e ser explorada como a mãe – inseminações e ordenha forçada do leite durante toda a sua curta vida.
Se for um bebezinho macho: vai ser descartado logo depois do nascimento – entenda “descartado” como morto para a produção de qualho animal para queijos – ou ficará trancado e acorrentado por alguns meses em pequenos espaços de madeira (cerca de 1 ou 2 metros quadrados) sem poder se movimentar ou ingerir alimentos com ferro. Isso para que fique literalmente anêmico e sua carne fique branca, macia. Esse tipo de carne repugnante chama-se vitela.

Em ambos os casos são afastados da mãe antes da primeira mamada. Talvez você esteja se perguntando “Como assim qualho para queijos?”. Para que o leite qualhe e dê continuidade aos muitos processos da fabricação de queijos, são usados produtos industrializados que em sua esmagadora maioria são produzidos a partir de uma enzima (quimosina) retirada do quarto estômago de bezerros machos que foram “descartados” da indústria do leite. Essa enzima também pode ser retirada do estômago de outros ruminantes, mas como a indústria do leite “produz” muitos bebês machos é muito mais barato e prático matar estes animais para aproveitar essa enzima e mandar o resto do corpo para a produção de adubos ou talvez algum tipo de produto embutido.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre a indústria do leite, veja a história dos 2 bebês que foram salvos. Infelizmente são casos isolados. Milhões de outros morrem por conta desta indústria que, não a toa, é considerada tão ou até mais cruel que a indústria da carne. Ajude a salvar mais bebês, não consuma produtos de origem animal e não financie mais a indústria da tortura. Seja vegano.

Vídeo no Youtube – A história de Csanova e Sonny (em inglês)

  Achou útil? Clique no coração e agradeça.

Ir para a capa do Vista-se (clique aqui)

Apoie com R$ 1,00 por mês (clique aqui)

Nossas redes sociais:
Facebook | YouTube | Instagram | Twitter

Publicidade: