Cavalo rabiscado: após analisar o caso com mais tempo, IBAMA adverte hípica por abuso animal

- visualizações

Cavalo rabiscado: após analisar o caso com mais tempo, IBAMA adverte hípica por abuso animal

A atividade não deverá acontecer de novo.


139 pessoas agradeceram por este conteúdo.


Em julho, a Sociedade Hípica de Brasília promoveu cenas tristes ao permitir que crianças em uma colônia de férias usassem um cavalo como tela de pintura.

Na ocasião, apesar de muitas ONGs e ativistas condenarem a atividade que a hípica chamou de “pedagógica”, agentes do IBAMA não encontraram nada de errado ao visitarem o local (relembre aqui). Ainda em julho, o IBAMA disse que analisaria o projeto pedagógico da hípica para tomar uma decisão oficial sobre o caso.

Algumas semanas depois, segundo notícia publicada no G1 (veja aqui), o IBAMA concluiu que não havia um projeto pedagógico para as crianças e que a hípica escreveu um às pressas apenas depois que o órgão o solicitou.

A Sociedade Hípica de Brasília foi advertida pelo IBAMA por abuso animal. O órgão descartou chamar a ação de maus-tratos, mas concluiu que o fato de colocar o cavalo para as crianças pintarem foi algo reprovável e sujeito a autuação. O IBAMA considerou também que foi uma conduta delituosa que não deverá ser repetida.

A advertência não foi acompanhada de multa pois, segundo o IBAMA, a Sociedade Hípica de Brasília tem um histórico de resgatar animais em situação de maus-tratos. Ao G1, a hípica disse que fará o que for necessário para que a lei seja cumprida.

139 pessoas agradeceram por este conteúdo.

Ir para a capa do Vista-se (clique aqui)

Apoie com R$ 1,00 por mês (clique aqui)

Nossas redes sociais:
Facebook | YouTube | Instagram | Twitter

Publicidade: