Vista-se | Cerca de 200 cães criados para consumo humano são resgatados na Ásia e levados para os EUA

- visualizações

Cerca de 200 cães criados para consumo humano são resgatados na Ásia e levados para os EUA

Final feliz para esses animais. Veja fotos.


  Achou útil? Clique no coração e agradeça.


[responsivevoice_button voice=”Brazilian Portuguese Female” buttontext=”Ouvir / Parar”]


A ONG norte-americana Humane Society International (HSI) divulgou uma recente ação feita na Coréia do Sul. Após o proprietário desistir de manter sua fazenda de cães para abate em Seul, capital sul-coreana, a ONG conseguiu resgatar todos os 200 animais que estavam no local.

Os cães estavam em gaiolas enferrujadas e seus excrementos ficavam embaixo das gaiolas, algo muito parecido com a forma como as aves são criadas para o mesmo fim aqui no Brasil. Após meses de negociações e procedimentos veterinários, finalmente os cães começaram a viajar para o estado da Pensilvânia. Lá, serão colocados para adoção. A notícia foi destaque no jornal O Globo (leia aqui).

Segundo a HSI, formam-se filas para adotar esses cachorros porque as pessoas se envolvem com suas histórias e querem dar a eles uma nova chance, desta vez como animais de estimação. A ONG estima que exista 17 mil fazendas de criação de cães para o consumo de sua carne na Coréia do Sul.

A boa notícia é que o consumo deste tipo de carne está diminuindo na Coréia do Sul e a grande maioria dos consumidores são mais idosos. O público jovem rejeita a carne de cachorro, embora não se tenha notícia sobre as tendências de consumo de carne de outros animais no país.


Ir para a capa do Vista-se (clique aqui)

Nossas redes sociais:
Facebook | YouTube | Instagram | Twitter

Publicidade:

  Achou útil? Clique no coração e agradeça.