Cliente diz ter visto carne sendo vendida na rede vegetariana Hareburger, mas empresa esclarece

- visualizações

Cliente diz ter visto carne sendo vendida na rede vegetariana Hareburger, mas empresa esclarece

O caso foi resolvido.


244 pessoas agradeceram por este conteúdo.


A rede de lanchonetes Hareburger tem uma história bastante conhecida, tendo começado com um jovem vendendo lanches sem carne nas praias do Rio de Janeiro.

De uns anos para cá, eles têm demonstrado forte inclinação a se tornarem não só uma rede que não vende carne, mas sim uma empresa vegana, sem nada de origem animal.

Nos últimos dias, porém, uma leitora do portal Vista-se esteve em uma das lojas da rede que fica na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. A cliente viu os atendentes oferecendo um sanduíche de picanha como opção, algo completamente fora dos padrões da rede Hareburger.

Questionado pela cliente se ali não deveria ter apenas opções sem carne por conta da filosofia da marca, um dos atendentes tentou, sem sucesso, justificar. Ele disse que havia opções com carne para as pessoas que não são vegetarianas e que vão até lá para acompanhar os vegetarianos.

Em resposta, a rede Hareburger afirmou que a unidade visitada vai fechar por escolha dos franqueados e que a lanchonete vai reabrir com outro nome, e aí sim com carne. Ainda segundo a rede, a atitude dos franqueados de colocar carne no cardápio antes da mudança de nome e sem avisar a empresa franqueadora é completamente errada.

“O Hareburger nunca vendeu nem nunca venderá carne. Inclusive estamos passando por uma transição para nos tornarmos 100% veganos. A Hareloja da Barra vai fechar por escolha dos franqueados. Os mesmos vão mudar o cardápio, e incluir carne, mas não será mais Hareburger. Não terá absolutamente nada a ver com a marca, com o que acreditamos e nem com as pessoas da nossa equipe.

Iremos entrar em contato com eles imediatamente para que outras pessoas não se enganem e recebam uma informação dessa. Nós somos totalmente contra o consumo de carne e nossa maior missão é espalhar o veganismo pelo Brasil e pelo mundo. Promovendo uma comida gostosa e de qualidade.

Espero ter esclarecido suas dúvidas! E te peço desculpas pelo mal entendido. Estamos muito chateados que essa situação tenha ocorrido. Nunca iríamos querer o Hare associado a carne, exploração animal ou nada do tipo. Essa atitude dos ex-franqueados está TOTALMENTE equivocada.” – diz a nota.

A rede Hareburger continua, portanto, sem vender carnes e está partindo para se tornar totalmente vegana em breve. A unidade de São Paulo, por sinal, já foi inaugurada vegana e assim continua.

244 pessoas agradeceram por este conteúdo.

Ir para a capa do Vista-se (clique aqui)

Apoie com R$ 1,00 por mês (clique aqui)

Nossas redes sociais:
Facebook | YouTube | Instagram | Twitter

Publicidade: