- visualizações

Comercial vegano feito para o intervalo mais caro da TV norte-americana é proibido de ser veiculado

Mais um da PETA.


395 pessoas agradeceram por este conteúdo.


O intervalo mais caro da TV dos Estados Unidos é o do Super Bowl, jogo da final do campeonato de futebol americano. Por mais um ano, a ONG vegana PETA tenta colocar um anúncio nesse horário para atingir milhões de pessoas, já que é a maior audiência da TV norte-americana.

Em outros anos, a ONG usou comerciais com mulheres com pouca roupa ou imagens fortes relacionadas a animais. Todas as vezes os comerciais foram proibidos, independentemente de valores de veiculação.

O Super Bowl acontece neste domingo (2) e a PETA mais uma vez tentou emplacar um comercial no intervalo. Desta vez, a ONG produziu uma belíssima animação que mostra que todos os seres merecem respeito e pediu o fim do especismo com o hino estadunidense ao fundo.

Até aí tudo bem, mas os animais na animação simulam uma posição de joelhos, que havia sido usada por um jogador e ativista chamado Kaepernick em outro comercial do Super Bowl. Em sua campanha, Kaepernick pediu igualdade de todos os seres humanos.

Fazer um comercial inspirado no de Kaepernick, mas usando animais, parece ter irritado os organizadores do evento, que baniram sua veiculação.

Confira abaixo o vídeo | YouTube

395 pessoas agradeceram por este conteúdo.

Ir para a capa do Vista-se (clique aqui)

Apoie com R$ 1,00 por mês (clique aqui)

Nossas redes sociais:
Facebook | YouTube | Instagram | Twitter

Publicidade: