Conheça a agonia das aves por trás da indústria de travesseiros, jaquetas e edredons à base de penas de animais

- visualizações

Conheça a agonia das aves por trás da indústria de travesseiros, jaquetas e edredons à base de penas de animais


19 pessoas agradeceram por este conteúdo.


A blogueira do website ativista de direitos animais Change.org, Stephanie Ernst, escreveu um texto relembrando o sofrimento de gansos e patos que têm suas plumagens arrancadas regularmente durante sua curta vida. Essas penas macias, das quais as aves precisam, terminam em travesseiros, edredons e jaquetas e são arrancadas à força de animais destinados a uma morte violenta.

Apesar de o tema não receber tanta atenção quanto as peles, couro e lã, recentemente o assunto tem recebido destaque entre alguns ativistas. O empreendedor e ativista vegano americano Ari Solomon recentemente publicou um artigo no megablog Huffington Post sobre o assunto em resposta a um podcast sobre o mesmo tema. E um vídeo postado no YouTube mostra uma ave tendo sua plumagem arrancada violentamente. A expressão de dor do ganso quando ele finalmente é liberado das mãos de seu algoz é inconfundível.

Em seu texto, Ari lembra que as penas das aves não caem simplesmente delas e são coletadas por humanos. “Existem dois modos de arrancar penas de uma ave: quando ela está viva ou quando ela está morta. A indústria de penas considera as penas de aves vivas melhores e por isso gansos e patos têm suas penas arrancadas três ou quatro vezes por ano. Isso acontece desde a sua décima semana de vida até completarem quatro anos, para depois serem mortos por sua carne. Patos e gansos que vivem livres têm uma expectativa de vida de 12 a 15 anos.”

Eles sofrem durante uma vida marcada por traumas, dor e sofrimento, até o momento de seu abate brutal. A exploração e o abuso de animais por sua lã, penas, leite e ovos, bem como o assassinato de animais por sua pele estão todos relacionados à morte de animais que são convertidos em comida. Se você não come animais, mas compra produtos que contêm plumagem, couro e peles, ou consome laticínios e ovos, você também contribui para esse processo de exploração.

Você continua criando demanda e financiando o assassinato desses jovens animais. O assassinato de animais para comida não dá lucro apenas porque as pessoas compram sua carne e leite – mas também porque as pessoas compram outros produtos e subprodutos dessas indústrias. Qualquer que seja o motivo pelo qual os animais são inicialmente explorados, eles sempre são abatidos no final.

Voltando ao assunto das plumagens: existem travesseiros de materiais alternativos e existem edredons de outros materiais que são muito confortáveis e que não dependem do sofrimento e da morte de gansos e patos. Jaquetas de inverno com enchimentos alternativos, como as que são feitas de garrafas de plástico recicladas e fibras de bambu, aquecem tão bem quanto. Pelos pássaros, por favor: evite plumagens e penas em qualquer produto.

O vídeo mostrando as imagens da tortura praticada contra os animais para a cruel obtenção de suas penas pode ser visto aqui:

Fonte

19 pessoas agradeceram por este conteúdo.

publicidade


Ir para a capa do Vista-se (clique aqui)

Apoie com R$ 1,00 por mês (clique aqui)

Nossas redes sociais:
Facebook | YouTube | Instagram | Twitter

Publicidade: