Doutor da USP busca voluntários para pesquisa sobre a relação entre dietas e tártaro bucal

- visualizações

Doutor da USP busca voluntários para pesquisa sobre a relação entre dietas e tártaro bucal

Onívoros, ovolactovegetarianos e veganos são bem-vindos.


  Achou útil? Clique no coração e agradeça.


O dentista Rodrigo Elias Oliveira, doutor pela Universidade de São Paulo (USP), iniciou nesta segunda-feira (23) uma campanha no site de financiamento coletivo Catarse. O objetivo é conseguir recursos para uma pesquisa clínica chamada Projeto Salivar que contará com 250 voluntários e que vai durar 2 anos.

O Projeto Salivar vai pesquisar voluntários na Faculdade de Odontologia da USP, em São Paulo, e também em comunidades ribeirinhas na floresta Amazônica. Os voluntários de São Paulo receberão atendimento e odontológico gratuito durante os 2 anos de pesquisa. Os voluntários ribeirinhos receberão visitas da equipe de Rodrigo e todos eles, seus parentes e vizinhos receberão atendimento odontológico e orientações gratuitas.

Trabalhando no Departamento de Genética e Biologia Evolutiva do Instituto de Biociências da USP, Rodrigo já analisou mais de 500 crânios de homens e mulheres do Deserto do Atacama, no Chile. Fez isso para entender quais eram as doenças bucais mais comuns naquele povo que viveu há cerca de 2.000 anos.

Com o Projeto Salivar, a ideia é responder questões ligadas à saliva de quem consome e de quem não consome proteínas de origem animal. Por e-mail, Rodrigo disse que quer saber se a proteína animal influencia no aparecimento do tártaro nos dentes.

“Para entender essa relação, analisaremos 250 pessoas com diferentes dietas e avaliaremos a quantidade e a qualidade da saliva, a quantidade e as características dos tártaros formados e também as bactérias que habitam a gengiva destes voluntários.” – explicou.

Perguntamos ao pesquisador se em algum momento do projeto haverá qualquer tipo de teste em animais. “Só bicho gente.” – brincou Rodrigo.

Os interessados em se voluntariar para a pesquisa devem escrever para o e-mail projetosalivar@gmail.com. Os voluntários deverão comparecer à Faculdade de Odontologia da USP a partir de fevereiro de 2016. Dúvidas podem ser respondidas pelo e-mail.

Quem quiser colaborar financeiramente com a pesquisa pode acessar a página do Projeto Salivar no Catarse (acesse aqui) e contribuir com qualquer valor a partir de R$ 10,00. No vídeo abaixo, Rodrigo explica melhor o projeto.

Todo o dinheiro arrecadado servirá para pagar a locomoção da equipe até a Amazônia e também para distribuição de material educativo e escovas dentais para os ribeirinhos. Todos os profissionais envolvidos no Projeto Salivar são voluntários, ou seja, não têm bolsa ou qualquer incentivo financeiro.

Assista ao vídeo | Youtube

  Achou útil? Clique no coração e agradeça.

Ir para a capa do Vista-se (clique aqui)

Apoie com R$ 1,00 por mês (clique aqui)

Nossas redes sociais:
Facebook | YouTube | Instagram | Twitter

Publicidade: