Greenpeace finalmente se coloca de forma oficial contra o consumo de produtos de origem animal

- visualizações

Greenpeace finalmente se coloca de forma oficial contra o consumo de produtos de origem animal

Confira o atual posicionamento da ONG.


331 pessoas agradeceram por este conteúdo.


A mais famosa ONG de proteção ambiental do mundo, o Greenpeace, finalmente publicou um relatório no qual pede para que a população reduza o consumo de carnes e laticínios pelo bem do planeta de sua própria saúde.

O relatório chama-se Menos É Mais – Reduzindo Carne e Laticínios Para Uma Vida e Planeta Mais Saudáveis (abra o PDF | link alternativo).

No documento, publicado no site global da ONG e em inglês, o Greenpeace não aborda a questão dos direitos animais, baseia-se apenas em dados científicos ambientais e aponta que precisamos reduzir pela metade o consumo de carne e laticínios até 2050.

O relatório passa ainda pela questão da saúde e cita o posicionamento oficial da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre o consumo de carnes (relembre aqui).

Embora claramente não seja pelos animais, e sim pelo meio ambiente, o posicionamento do Greenpeace é importantíssimo para a soma de forças também na causa animal. Mais um motivo para afirmarmos que você não pode se considerar um ambientalista se come animais.

331 pessoas agradeceram por este conteúdo.

Ir para a capa do Vista-se (clique aqui)

Apoie com R$ 1,00 por mês (clique aqui)

Nossas redes sociais:
Facebook | YouTube | Instagram | Twitter

Publicidade: