Japão volta a caçar baleias comercialmente de forma assumida, sem dizer que é para pesquisa

- visualizações

Japão volta a caçar baleias comercialmente de forma assumida, sem dizer que é para pesquisa

Lamentável.


40 pessoas agradeceram por este conteúdo.


Seis meses após deixar Comissão Baleeira Internacional (CBI), o Japão voltou nesta segunda-feira (1) a caçar baleias comercialmente. Em teoria, o país tinha parado com a prática há 30 anos em um acordo entre várias nações por meio da CBI.

Mas, na prática, o Japão sempre caçou baleias para consumo de sua carne. O país usava uma brecha nas regras da CBI que permite o abate de algumas baleias para fins científicos. Em 30 anos, o Japão nunca apresentou um só estudo concreto que justificasse a matança de baleias e muitos mercados japoneses sempre ofereceram carne de baleia.

Mas agora é escancarado. O Japão desistiu de tentar manipular as decisões da CBI por dentro da instituição e resolveu chutar o balde – essa é a verdade. Eles dizem que só vão caçar baleias nas águas que pertencem a eles, e que não vão mais para as famosas caçadas na Antártida.

Mas, ao longo dos anos, o Japão se mostrou um país mentiroso em relação à caça de baleias. Assim, é provável que navios baleeiros japoneses continuem indo para a Antártida.

Até o fim de 2019, estima-se que mais de 200 baleias sejam mortas nas águas japonesas. Os navios que saíram nesta segunda-feira (1) estão caçando exatamente como faziam há 400 anos: com grandes arpões atirados contra os dóceis animais.

ATENÇÃO: IMAGENS FORTES ABAIXO

 

40 pessoas agradeceram por este conteúdo.

Ir para a capa do Vista-se (clique aqui)

Apoie com R$ 1,00 por mês (clique aqui)

Nossas redes sociais:
Facebook | YouTube | Instagram | Twitter

Publicidade: