Vista-se | Maior fabricante de derivados de coco do mundo explora animais para produzir seus produtos

- visualizações

Maior fabricante de derivados de coco do mundo explora animais para produzir seus produtos


  Achou útil? Clique no coração e agradeça.


Sococo, pare de explorar animais!

Uma das empresas mais famosas do Brasil e a maior do mundo no segmento de leite e água de coco, a brasileira Sococo, acaba de se envolver em um impasse com os protetores dos animais. Em um blog oficial da empresa dedicado a água de coco, a Sococo expõe algumas curiosidades sobre as etapas de produção e, entre estas curiosidades, está a utilização de burros para tração nas fazendas da empresa. Coincidência ou não, o blog “Água de Coco Daqui” está fora do ar nesta terça-feira (20).

Felizmente, ainda é possível ver as publicações através do cache do Google. Veja:

Publicação 1, Publicação 2, Publicação 3, Publicação 4, Publicação 5 e Publicação 6.

A Sococo mantém a maior fábrica de derivados de coco do mundo em Alagoas e tem ainda duas outras grandes unidades no Pará. Apenas na fazenda da empresa no município de Maju, no Pará, são explorados cerca de 300 burros que a Sococo chama de “funcionários”, nos textos de seu blog.

Uma das publicações, intitulada “Parceria Sococo e Burros”, diz: “É fundamental para a empresa. Os burros participam ativamente no dia a dia da produção da Fazenda Sococo. Sem eles, o processo de colheita não teria a mesma eficácia se, por exemplo, fosse usado um trator para o trabalho. Me explicam que vou aprender sobre o trabalho dos burros passo a passo. Primeira informação: a Fazenda Sococo tem em seus quadros 300 burros.

Em outra publicação, que leva o nome de “A rotina do burro”, a empresa afirma: “Por volta das 4h30, eles são colocados em seu transporte – uma carreta que conhecem bem – e levados para ao seu local de trabalho. Às 5h30, eles estão em seu posto de trabalho, devidamente paramentados – aguardando o tropeiro, com o qual vão trabalhar todo o dia. Como parceiros, se conhecem profundamente. Por volta das 13h, burro e tropeiro encerram suas atividades.”

Uma terceira publicação, descrita como “A vida como ela é”, afirma que o burro, naquele momento da foto que ilustra o texto, estava carregando 145 cocos, aproximadamente. Segundo a EMBRAPA, o peso médio de um coco é 1,5 kg. Assim, podemos deduzir que as cargas que estes animais são obrigados a carregar durante todo o dia por várias vezes passam dos 217 kg.

Embora a empresa faça questão de divulgar em seu blog que os animais são “bem tratados” e que “estão em sintonia” com os tropeiros (funcionários da fazenda que guiam os burros), fica a critério do consumidor participar ou não desta “parceria Sococo e Burros”, onde uma empresa que leva o título de “maior do mundo” usa de trabalho escravo para produção de seus produtos.


Ir para a capa do Vista-se (clique aqui)

Nossas redes sociais:
Facebook | YouTube | Instagram | Twitter

Publicidade:

  Achou útil? Clique no coração e agradeça.