Novo documentário sobre alimentação disponível na Netflix critica as carnes, laticínios e ovos

- visualizações

Novo documentário sobre alimentação disponível na Netflix critica as carnes, laticínios e ovos

Uma hora e meia de estudos e informações valiosas.


81 pessoas agradeceram por este conteúdo.


Lançado recentemente em todo o mundo pelo serviço Netflix, o documentário What The Health chama a atenção pela quantidade de informações sobre o consumo de produtos de origem animal.

Com produção executiva do ator vencedor do Oscar Joaquin Phoenix, o longa é dirigido pelo jovem cineasta Kip Andersen, que fez o ótimo documentário Cowspiracy: The Sustainability Secret (A Conspiração da Vaca: O Segredo da Sustentabilidade).

O título “what the health”, que ainda não tem versão em português, é um trocadilho sonoro com a expressão norte-americana “what the hell”, que significa “Mas que inferno é esse?!”, em tradução livre. A expressão “what the health”, portanto, seria algo como “Mas que saúde é essa?!”.

O filme segue os mesmos moldes da obra criada anteriormente por Kip Andersen, levando o espectador a acompanhá-lo em uma busca por respostas. Kip mantém uma linha de raciocínio lógica e praticamente irrefutável baseada em grandes estudos publicados em periódicos médicos e também na afirmação da Organização Mundial da Saúde (OMS) que classifica carnes processadas no grupo 1 para risco de câncer (relembre aqui).

Não deixe de assistir e reserve um tempo dedicado para isso, porque o conteúdo é denso. Não é um filme maçante, ele é gostoso de assistir, mas é conteúdo do primeiro segundo ao último. Não há nenhuma cena de abate no filme, o roteiro é focado em dados científicos sobre a saúde humana.

What The Health foi produzido graças a um aporte financeiro de mais de R$ 900.000,00 (novecentos mil reais) conseguido em um site de financiamento coletivo (confira aqui).

Serviço

Acesse o filme na Netflix (assista aqui).


Ir para a capa do Vista-se (clique aqui)

Nossas redes sociais:
Facebook | YouTube | Instagram | Twitter

Publicidade:

81 pessoas agradeceram por este conteúdo.