OMS afirma que bacon, salsicha, presunto e similares definitivamente causam câncer

- visualizações

OMS afirma que bacon, salsicha, presunto e similares definitivamente causam câncer

Carnes não processadas também receberam alerta de risco.


107 pessoas agradeceram por este conteúdo.


Em um novo documento (veja aqui – link alternativo –, em inglês) publicado nesta segunda-feira (26), a Organização Mundial da Saúde (OMS) afirma que carnes processadas causam câncer. A ligação entre esse tipo de produto e o câncer foi maior nos casos de câncer de intestino, mas observou-se também ligação com câncer de pâncreas e de próstata.

Um grupo de trabalho com 22 especialistas, vindos de 10 países, fez as conclusões para a Agência Internacional de Pesquisa sobre Câncer (IARC – sigla em inglês), sediada na França. A IARC é ligada à OMS que, por sua vez, é o braço da Organização das Nações Unidas (ONU) para a saúde.

O grupo de cientistas considerou mais de 800 estudos que observaram populações de todo o mundo por mais de 20 anos. Eles concluíram que a carne vermelha é provavelmente cancerígena para seres humanos e, por isso, a colocaram no Grupo 2A. Por enquanto, os pesquisadores da OMS consideraram não ter dados irrefutáveis de que a carne vermelha causa câncer, embora ela provavelmente cause. Como cada vez mais estudos surgem condenando a ingestão desse produto, é provável que em um futuro próximo a carne vermelha também seja declarada como definitivamente cancerígena para os seres humanos.

Já a carne vermelha processada foi citada pela OMS como cancerígena para seres humanos e foi colocada no Grupo 1 na escala de risco. Só para se ter uma ideia do perigo de consumir bacon, presunto, peito de peru, salsicha, salame e outros produtos similares, o Grupo 1 é onde estão classificados o tabaco, o amianto e a fumaça de diesel.

Ainda segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), basta 50 gramas de carne processada por dia para que as chances de desenvolver câncer de intestino aumentem em 18%. Isso corresponde a duas fatias finas de bacon ou de presunto, por exemplo. O risco aumenta conforme o consumo desses produtos também aumenta.

Vale lembrar que os cientistas não consideraram apenas a carne bovina como vermelha. Estão na lista: carne de boi, de porco, de vitela, de carneiro, de cabra e de cavalo. Embora não seja comum no Brasil, alguns países consomem carne de cavalo e grande parte deles são abatidos no Brasil e exportados.

Para os cientistas, as carnes processadas de frango ou de outras aves como peru oferecem o mesmo risco das carnes de boi ou porco processadas. Portanto, produtos considerados mais saudáveis como peito de peru, salsicha de frango e similares são igualmente um risco para a saúde.

107 pessoas agradeceram por este conteúdo.

publicidade


Ir para a capa do Vista-se (clique aqui)

Apoie com R$ 1,00 por mês (clique aqui)

Nossas redes sociais:
Facebook | YouTube | Instagram | Twitter

Publicidade: