Polícia estoura matadouro clandestino de porcos em Diadema e conta com apoio de ativistas

- visualizações

Polícia estoura matadouro clandestino de porcos em Diadema e conta com apoio de ativistas

Os animais foram resgatados e seguirão para um santuário.


1 pessoa agradeceu por este conteúdo.


Após mais de quatro meses de investigações, a polícia civil fechou por volta das 11h30 desta quinta-feira (1) um matadouro clandestino de porcos em Diadema, na Grande São Paulo. As primeiras informações são de que no local foram encontrados 28 porcos de porte médio, com cerca de 100 kg cada um. Além dos porcos, haviam várias galinhas – com filhotes, inclusive –, uma mula e cerca de 7 cães no local.

A propriedade, que fica em uma região afastada do município de Diadema, em estrada de terra, estava cheia de roupas e lixo por toda a parte quando os policiais chegaram. O proprietário não foi encontrado, apenas o caseiro estava no local e não houve resistência à chegada da polícia.

A polícia civil pediu apoio dos ativistas pelos direitos dos animais para que eles conseguissem um local para levar os animais apreendidos. Na manhã dessa quinta-feira (1), integrantes das polícias civil, ambiental e científica uniram-se à agentes da vigilância sanitária, representantes da prefeitura de Diadema e aos ativistas.

Como foram avisados com antecedência, os ativistas já chegaram ao local com um caminhão alugado para o transporte. Não havia, no entanto, a informação de quantos animais eram e o transporte terá que ser realizado em etapas.

Também por conta da antecedência, os ativistas conseguiram se organizar na véspera e já há um santuário para onde os animais serão levados. A exemplo do que aconteceu no caso dos porcos do Rodoanel, uma ativista criou uma Vakinha para arrecadar fundos para os gastos provenientes desse resgate (doe aqui). O dinheiro será usado para pagar transporte e comida para os animais e para mantê-los enquanto eles não são adotados. Em alguns dias, informações sobre como adotar esses animais serão divulgadas.

Mais informações sobre esse caso minuto a minuto no link www.vista-se.com.br/aovivo.

1 pessoa agradeceu por este conteúdo.

Ir para a capa do Vista-se (clique aqui)

Apoie com R$ 1,00 por mês (clique aqui)

Nossas redes sociais:
Facebook | YouTube | Instagram | Twitter

Publicidade: