Presidente da #Arezzo: “Continuaremos vendendo pele de coelho”

- visualizações

Presidente da #Arezzo: “Continuaremos vendendo pele de coelho”


  Achou útil? Clique no coração e agradeça.


ATUALIZAÇÃO em 29 de abril de 2011 às 12h36m:
#Arezzo encerra coleção “Pelemania”

Em nova entrevista, desta vez para o site Modaspot, o presidente da marca de calçados e acessórios Arezzo, Anderson Birman, reafirma a postura da marca de comercializar peles de animais. Novamente ele disse que a marca não vai mais comercializar peles de animais que não têm sua carne comumente consomida por humanos. Em outras palavras, eles só vão vender peles de espécies de animais que são mortos para alimentação. Birman entende que isso é uma atitude sustentável. Ele comenta também que não esperava toda essa repercussão negativa uma vez que a marca já vendia peles de boi e de coelho há tempos.

Seguindo o raciocínio do presidente da Arezzo, o jeito mais eficiente de fazê-los parar de matar animais é não comprar os produtos finais, claro, e não consumir a carne e de nenhuma espécie animal e também não consumir nenhum derivado que justifique a exploração animal. Exemplo: se uma indústria explora vacas leiteiras até a morte, é natural que outras indústrias queiram aproveitar os ossos, a pele e outras partes do cadáver. Se tem consumidor que compra essas coisas, eles vão continuar vendendo e lucrando desse jeito tétrico.

Leia a entrevista completa no site Modaspot.


Ir para a capa do Vista-se (clique aqui)

Nossas redes sociais:
Facebook | YouTube | Instagram | Twitter

Publicidade:

  Achou útil? Clique no coração e agradeça.