Vista-se | Presidente de site vegano gera polêmica no Facebook ao aceitar o consumo de queijo

- visualizações

Presidente de site vegano gera polêmica no Facebook ao aceitar o consumo de queijo

Leia a matéria e deixe sua opinião na enquete.


  Achou útil? Clique no coração e agradeça.


[responsivevoice_button voice=”Brazilian Portuguese Female” buttontext=”Ouvir / Parar”]


Jack Norris é presidente do Vegan Outreach (“Divulgação Vegana”, em tradução livre), um conhecido site vegano dos Estados Unidos com quase 800 mil curtidas no Facebook.

Na última quarta-feira (4), Jack publicou uma foto dele mesmo na página do site no Facebook (veja aqui, em inglês) com a seguinte frase: “As pessoas dizem ‘eu seria vegano, mas não consigo deixar o queijo’. Então, seja vegano, exceto pelo queijo!” – diz o texto. Na legenda da imagem, mais uma frase ambígua: “Não deixe que o perfeito seja inimigo do bem. E lembre-se de experimentar todos os novos e deliciosos queijos veganos.” – diz.

A reação nos comentários, claro, não demorou. “A frase ‘vegano, exceto pelo queijo’ é um total oximoro*. E quanto ao tremendo sofrimento que as vacas leiteiras passam? E os bezerros machos se transformam em carne de vitela, assim, quem come queijo ainda está apoiando a indústria de carne.” – disse uma internauta.

“Aqueles que comem queijo não são veganos. A indústria de laticínios é absolutamente horrível. Pare de deixar as pessoas darem desculpas para explorar os animais.” – apontou outro seguidor da página.

“É por isso que eu não tenho respeito pela Vegan Outreach [Divulgação Vegana]. Isso é Vegetarian Outreach [Divulgação Vegetariana]. Se você vai sugerir para as pessoas continuarem consumindo produtos lácteos, pare de usar a palavra ‘vegana’ em sua publicidade. Você já sabe que vacas, cabras e outros animais são explorados para o leite e produtos lácteos. Por que você sugere que as pessoas consumam quando você não precisa fazer isso?” – esbravejou um internauta.

O comentário mais curtido, no entanto, foi de uma pessoa que apoiou a atitude de Jack. “Eu sempre tento dizer a outros veganos isso. Tantos ficam pendurados em ser perfeito, isso desencoraja potenciais futuros veganos. Dar passos de bebê é melhor do que não dar nenhum passo. Cada pouco conta. Seja positivo em sua abordagem e entrega da mensagem. O veganismo é tanto sobre as pessoas como sobre os animais.” – diz o comentário.

Embora tenha indicado queijos veganos na descrição da imagem, de fato Jack parece aceitar que “veganos” consumam queijo se julgarem que não conseguem viver sem ele. É claro que qualquer pessoa é livre para consumir queijos, carnes e o que quiser desde que sejam produtos vendidos no supermercado, que estejam dentro da lei. Mas uma página autodenominada vegana fazer uma publicação dessas soou, no mínimo, estranho.

Seguindo a lógica da publicação da Vegan Outreach, uma pessoa que é vegana em todos os aspectos da vida, mas que não consegue deixar de comer peru no Natal, poderia se considerar “vegana, exceto pelo peru”. Na mesma linha de raciocínio, poderíamos ter “vegana, exceto pelo frango”, “vegana, exceto pela buchada de bode”, “vegana, exceto pelo peixe empanado”.

O nosso posicionamento é que simplesmente não faz sentido essa linha de raciocínio, inclusive pela definição do que é veganismo cunhada pela Vegan Society da Inglaterra (confira aqui). Mas queremos saber a sua opinião a respeito, mantendo o nosso histórico democrático de publicação de opiniões.

.

*Oximoro: figura em que se combinam palavras de sentido oposto que parecem excluir-se mutuamente, mas que, no contexto, reforçam a expressão (p.ex.: obscura claridade, música silenciosa); paradoxismo.


Ir para a capa do Vista-se (clique aqui)

Nossas redes sociais:
Facebook | YouTube | Instagram | Twitter

Publicidade:

  Achou útil? Clique no coração e agradeça.