- visualizações

Temer leva autoridades à churrascaria e come carne importada – informação depois negada

"Coma o que eu digo, não o que eu como."



Em meio à crise de imagem causada pela excelente Operação Carne Fraca, da Polícia Federal, o presidente em exercício Michel Temer resolveu levar embaixadores e ministros para uma churrascaria em Brasília.

O jantar aconteceu em Brasília com o assumido intuito de mostrar que a carne brasileira é confiável para as autoridades e jornalistas presentes. Aos portais de notícias da Rede Globo e da Record TV, no entanto, funcionários da churrascaria afirmaram que a casa serviu carnes importadas da Austrália, Uruguai e Argentina à mesa do presidente em exercício. Confira essa informação no G1 (veja aqui) e no R7 (acesse aqui).

A informação foi posteriormente negada em nota pelo Palácio do Planalto e pelo gerente da churrascaria. Se fosse confirmado que a comitiva comeu carne importada, ao invés da brasileira, seria mais um tapa na imagem da carne brasileira. Por isso, Planalto e estabelecimento trataram de negar a informação antes passada de forma espontânea aos jornalistas.

O episódio é mais um capítulo na desmoralização da indústria da carne, que se mostrou sempre tão poderosa e confiável.


Ir para a capa do Vista-se (clique aqui).

Publicidade: