Um ano depois, porcas resgatadas do acidente no Rodoanel se divertem no interior de São Paulo

- visualizações

Um ano depois, porcas resgatadas do acidente no Rodoanel se divertem no interior de São Paulo

Já passou um ano de um dos resgates de animais mais difíceis do país.


1 pessoa agradeceu por este conteúdo.


Em 25 de agosto de 2015, uma carreta com centenas de porcos virou no Rodoanel, em São Paulo. A história ganhou a grande mídia e o resgate dos animais que sobreviveram virou o objetivo de dezenas de ativistas (relembre aqui).

Na ocasião, a ativista Cintia Frattini abriu as portas do santuário Terra dos Bichos (Facebook) para receber os animais que foram tirados das ferragens. Mesmo sem a estrutura adequada para isso, Cintia não pensou duas vezes quando viu que a situação era realmente de emergência.

Um financiamento coletivo foi aberto e bateu recorde de arrecadação. Com o dinheiro fora feitas melhorias no santuário, mas as contas não param de chegar todo mês, claro.

Atualmente, o santuário Terra dos Bichos tem 92 porcos – fora dezenas de outros animais – para cuidar com ração, atendimento veterinário, muita água, vegetais e outras coisas. Há funcionários contratados também para ajudar na manutenção do lugar.

Na época do acidente, falava-se simplesmente “Porcos do Rodoanel”, mas depois foi revelado que os animais eram fêmeas e muitas estavam grávidas. As porcas estavam indo para um matadouro, mas é proibido no Brasil abater porcas com bebês. Mas é claro que não deu em nada para a empresa.

Muitos filhotes nasceram no santuário e a turma toda atualmente se diverte sob o sol da cidade de São Roque, no interior de São Paulo, onde fica o santuário. Quem tiver interesse em ajuda na manutenção das sobreviventes do Rodoanel pode utilizar uma vaquinha criada pelo santuário para este fim (doe aqui).

O fato desses 92 animais estarem vivos e vivendo bem mostra que o ativismo animalista no Brasil tem força e, quando se une, as coisas acontecem.

1 pessoa agradeceu por este conteúdo.

Ir para a capa do Vista-se (clique aqui)

Apoie com R$ 1,00 por mês (clique aqui)

Nossas redes sociais:
Facebook | YouTube | Instagram | Twitter

Publicidade: