Veganismo cresceu 800% nos últimos 3 anos na Alemanha

- visualizações

Veganismo cresceu 800% nos últimos 3 anos na Alemanha


6 pessoas agradeceram por este conteúdo.


Assim como no resto do mundo, o veganismo está em alta na Alemanha

Duas matérias publicadas nas últimas semanas pelo canal alemão DW mostram um crescimento vertiginoso do estilo de vida vegano na Alemanha. Famoso por sua culinária repleta de carne, o país já tem mais de 40 restaurantes dedicados à gastronomia vegetariana e cerca de 600 mil veganos, oito vezes mais do que há três anos. O grande aumento se deve, principalmente, ao marketing positivo sobre o tema e à quantidade crescente de produtos do setor.

É também na Alemanha o primeiro supermercado vegano da Europa, chamado Veganz (Facebook), idealizado e mantido por um ex-diretor da empresa automobilística Daimler. Jan Bredack largou o emprego na empresa que fabrica, entre outras marcas, os automóveis e caminhões da Mercedes-Benz para se dedicar ao estabelecimento vegano.

O Veganz oferece mais de 6.000 produtos veganos, entre eles, 77 tipos de queijos vegetais. Localizadas na capital do país, as duas primeiras lojas recebem 400 clientes por dia e faturam pouco mais que R$ 4 milhões por ano. Depois do sucesso das primeiras lojas em Berlim, Jan abriu uma filial em Frankfurt e diz que planeja abrir mais 20 filiais nos próximos 3 anos e espalhar a marca Veganz em toda a Europa.

Matérias em vídeo

Assista às matérias em português: Matéria 1 (veganismo na Alemanha) | Matéria 2 (Supermercado vegano)

No Brasil, a situação é semelhante

Uma pesquisa IBOPE de outubro de 2012 revelou que 8% da população brasileira se declara vegetariana (mais detalhes em www.vista-se.com.br/ibope). O programa Pequenas Empresas & Grandes Negócios afirmou há alguns anos que o Brasil é o segundo país onde o vegetarianismo mais cresce, ficando atrás apenas dos EUA. Em número de restaurantes vegetarianos, estamos na frente, apenas a cidade de São Paulo abriga mais de 60. Porém, a disponibilidade de produtos veganos industrializados ainda é bem menor.

Infelizmente, ainda não há dados oficiais sobre o número de veganos no Brasil, mas um projeto que vem de Brasília pode ajudar a mudar esta situação. Chama-se Mapa Veg e tem o objetivo de receber cadastros de vegetarianos do Brasil todo. Mais de 5 mil pessoas já se cadastraram, crie sua conta por lá você também: www.mapaveg.com.br.

6 pessoas agradeceram por este conteúdo.

Ir para a capa do Vista-se (clique aqui)

Apoie com R$ 1,00 por mês (clique aqui)

Nossas redes sociais:
Facebook | YouTube | Instagram | Twitter

Publicidade: