Exploradores de animais tentam invadir e atear fogo ao centro de triagem do Instituto Luisa Mell

- visualizações

Exploradores de animais tentam invadir e atear fogo ao centro de triagem do Instituto Luisa Mell

Até a ROTA teve que ser chamada.


576 pessoas agradeceram por este conteúdo.


Revoltados com o resgate gigantesco que a ativista vegana Luisa Mell realizou na última semana, no qual mais de 1.700 animais foram retirados de um canil que os maltratava, um grupo de criadores partiu para a força física.

A ira dos exploradores de animais se intensificou após o anúncio da maior rede de pet shops do país, a Petz, de que não vai mais vender cães e gatos (relembre aqui).

Na noite dessa terça-feira (19), um grupo de criadores de animais especializados a ganhar dinheiro com cães de raça foi até o centro de triagem do Instituto Luisa Mell, em Ribeirão Pires, na Região Metropolitana de São Paulo, para tentar buscar os cães de volta à força.

Segundo Luisa contou na ferramenta “histórias” do Instagram, a polícia militar foi chamada e diversas viaturas foram até o local, algumas delas da divisão de rondas ostensivas, a ROTA.

Os exploradores atearam fogo no portão do centro de triagem e, segundo Luisa, tentaram linchar a ativista. Luisa precisou ser escoltada pela polícia até São Paulo, onde mora.

Desde que fez o resgate desses cães, Luisa alega ter sofrido diversas ameaças de morte.

Assista ao vídeo | YouTube

576 pessoas agradeceram por este conteúdo.

Ir para a capa do Vista-se (clique aqui)

Apoie com R$ 1,00 por mês (clique aqui)

Nossas redes sociais:
Facebook | YouTube | Instagram | Twitter

Publicidade: