Asa Branca, ícone dos rodeios brasileiros, pede perdão por incentivar maus-tratos aos animais

- visualizações

Asa Branca, ícone dos rodeios brasileiros, pede perdão por incentivar maus-tratos aos animais

Maior nome dos rodeios admite que há maus-tratos.


228 pessoas agradeceram por este conteúdo.


Ícone dos rodeios no Brasil, o locutor Asa Branca foi um dos responsáveis pela legalização dessa prática cruel no Brasil, fazendo lobby até com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

Poucas pessoas estiveram tão envolvidas no mundo dos rodeios como Asa Branca. Tanto que ele ganhou até um documentário sobre sua trajetória e história de vida, que envolve muito dinheiro, fama, drogas e doenças.

Em uma entrevista publicada nesse domingo (26) na coluna da jornalista da Folha de S. Paulo Mônica Bergamo, Asa Branca surpreendeu a todos ao afirmar que pede perdão a Deus por ter incentivado os maus-tratos aos animais com sua profissão.

O texto, que inclui histórias da vida do locutor além da questão dos animais, foi publicado no jornal impresso e também on-line (leia aqui).

“Se fosse para ser um animal, não queria ser o de rodeio. Todo dia, antes de dormir, eu peço perdão para Deus se eu incentivei a maltratar os animais. Hoje, não sou a favor, nem contra. Mas não vou mais brigar, nem usar o meu nome para defender. Porque quem tem que dizer são os médicos-veterinários. E a maioria é contra.” – afirmou a maior lenda dos rodeios no Brasil.

A afirmação de Asa Branca, que foi lançar o seu documentário na Festa do Peão de Barretos no mesmo dia em que a entrevista foi publicada, é um endosso de peso às afirmações de ativistas e de ONGs de que há crueldade nos rodeios.

228 pessoas agradeceram por este conteúdo.

Ir para a capa do Vista-se (clique aqui)

Apoie com R$ 1,00 por mês (clique aqui)

Nossas redes sociais:
Facebook | YouTube | Instagram | Twitter

Publicidade: