- visualizações

Joaquin Phoenix vence prêmio Bafta como melhor ator e critica racismo sistemático no cinema

Só falta o Oscar agora.


37 pessoas agradeceram por este conteúdo.


Pela quarta vez este ano, Joaquin Phoenix venceu um importante prêmio do cinema como melhor ator por sua atuação em Coringa.

Normalmente, Joaquin usa seu tempo para discursar para falar sobre veganismo e libertação animal. Desta vez, ele defendeu outra causa também importante: o fim do racismo sistemático e estrutural na indústria do cinema.

“Me sinto em conflito porque muitos dos meus colegas atores são merecedores e não têm o mesmo privilégio. Acho que enviamos uma mensagem muito clara à pessoas não-caucasianas de que elas não são bem-vindas aqui.” – disse o ator, admitindo que também faz parte do problema.

“Nós temos que fazer um trabalho duro para entender o racismo sistêmico. Acho que é obrigação das pessoas que criaram, perpetuam e se beneficiam deste sistema opressor, de acabar com ele. Isto está com a gente.” – finalizou o ator.

Entre os 160 profissionais indicados ao Bafta, prêmio da Academia Britânica de Artes do Cinema e Televisão, havia apenas 5 pessoas negras e um pequeno grupo de asiáticos. A bronca de Joaquin é porque existem atores e atrizes negros e asiáticos que têm talento de sobra para vencer os prêmios do cinema, mas poucos de fato vencem.

Joaquin é vegano desde os 3 anos de idade e um grande ativista da causa animal. Felizmente, ele também não fecha os olhos para outras causas importantes.

Joaquin é o grande favorito para vencer o Oscar deste ano. A premiação máxima do cinema acontece neste domingo, dia 9 de fevereiro.

Assista ao vídeo, sem legendas | YouTube

37 pessoas agradeceram por este conteúdo.

Ir para a capa do Vista-se (clique aqui)

Apoie com R$ 1,00 por mês (clique aqui)

Nossas redes sociais:
Facebook | YouTube | Instagram | Twitter

Publicidade: