- visualizações

Margarina Soya Cremosy é uma alternativa para veganos que queiram esse tipo de produto

Leia a pesquisa que fizemos sobre esse produto.


80 pessoas agradeceram por este conteúdo.


ATUALIZAÇÃO EM 25/07/2016: A margarina Soya Cremosy tem leite em sua composição, ao contrário do que foi dito antes. Entenda o que houve em uma matéria mais recente aqui mesmo no portal Vista-se (clique aqui).


Como política para decidir o que será publicado no Vista-se, adotamos o seguinte critério: se é de utilidade pública e pode aproximar as pessoas do veganismo, é algo publicável. No caso de produtos, damos preferência para aqueles que podem ser encontrados com facilidade em todo o Brasil ou, ao menos, que atingem uma grande população.

Portanto, adiantamos: não se trata de uma publicação patrocinada e sim de uma pesquisa realizada para atender uma demanda de nossos leitores.

Há anos recebemos mensagens de leitores que têm dúvidas sobre o que passar no pão. No Brasil, o café da manhã é quase sempre composto pelo famoso pão com manteiga e café. Para quem decide não consumir produtos de origem animal, há uma dificuldade em achar um substituto à manteiga.

É importante lembrar que manteiga, margarina e creme vegetal não são considerados produtos saudáveis, por isso, a recomendação é que sejam completamente abolidos da alimentação. Mas, para os veganos – ou pessoas interessadas em se tornar veganas que querem um produto assim –, pesquisamos e achamos a Margarina Soya Cremosy.

Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), a manteiga é feita com gordura de origem animal (leite de vaca), a margarina tem obrigatoriamente até 3% de leite ou derivados (e o resto de gorduras vegetais) e o chamado creme vegetal não pode ter nada de laticínios.

A resolução que diz que margarinas obrigatoriamente têm laticínios é de 1997 (veja aqui) e não conseguimos encontrar um documento mais recente que atualize isso. No entanto, a Margarina Soya Cremosy não tem nada de laticínios em sua lista de ingredientes (confira aqui), apesar de ser chamada pelo fabricante de margarina.

Entramos em contato via e-mail com o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) da Bunge, multinacional dona da marca Soya, que fabrica o produto.

“Informamos que a nossa margarina Soya Cremosy não possui ingredientes de origem animal. Os ácidos graxos e monoglicerídeos são de origem vegetal e os aromatizantes usados são sintéticos idênticos ao natural. No entanto, há compartilhamento de maquinário com nossas outras margarinas que possuem derivados de leite, podendo conter traços de leite em sua composição.” – responderam.

Talvez o fato de ser fabricado em um mesmo equipamento onde são produzidas margarinas com leite seja o motivo do produto ser chamado pelo fabricante de margarina. Há veganos que não consomem nada com traços de produtos de origem animal, outros consideram apenas a lista de ingredientes. Traços são presentes e inegáveis até em restaurantes ovolactovegetarianos que servem opções veganas, mas fica a critério de cada um.

Queríamos saber também sobre a vitamina A presente na Margarina Soya Cremosy. Em muitos casos, essa vitamina pode ser obtida de compostos de origem animal. O SAC pediu um tempo para responder e, alguns dias depois, uma funcionária entrou em contato por telefone afirmando que a vitamina A presente na Margarina Soya Cremosy é sintética e reafirmou que o produto não tem nada de origem animal.

Por último, é bom saber que a Bunge, empresa que detém a marca Soya, afirma publicamente que nunca fez e que nunca vai fazer testes em animais (veja aqui).

Há uma margarina da mesma marca chamada Margarina Soya Cremosa que tem leite em pó e/ou soro de leite na lista de ingredientes. Apenas a Margarina Soya Cremosy, igual a da foto, não tem nada de origem animal.

Segundo o site do fabricante, a Margarina Soya Cremosy pode ser encontrada em toda a região sul e sudeste do Brasil. O creme vegetal Becel, embora o fabricante garanta que não tem nada de origem animal, é de uma multinacional que testa em animais, a Unilever. A empresa testar em animais costuma ser um critério decisivo para uma pessoa vegana deixar de consumir um produto.

Abaixo, reprodução do e-mail que recebemos da Bunge sobre a Margarina Soya Cremosy.

80 pessoas agradeceram por este conteúdo.

Ir para a capa do Vista-se (clique aqui)

Apoie com R$ 1,00 por mês (clique aqui)

Nossas redes sociais:
Facebook | YouTube | Instagram | Twitter

Publicidade: