Posicionamento atual do portal Vista-se sobre as empresas PepsiCo, Coca-Cola e suas marcas

- visualizações

Posicionamento atual do portal Vista-se sobre as empresas PepsiCo, Coca-Cola e suas marcas

Leia tudo que sabemos até agora.


340 pessoas agradeceram por este conteúdo.


Após a publicação de uma matéria a respeito do salgadinho Cebolitos (relembre aqui) na manhã desta sexta-feira (25), muitos leitores questionaram – com toda razão.

Antes de mais nada, é preciso que se saiba que o Cebolitos é fabricado pela Elma Chips, empresa que, por sua vez, pertence à PepsiCo, aquela mesma que fabrica refrigerantes.

Foram centenas de comentários nas redes sociais ao longo do dia e, por isso, resolvemos explicar aqui por que falamos sobre um produto da PepsiCo e, de certa forma, o promovemos.

Muitas pessoas acreditam atualmente que a PepsiCo faz testes em animais. O que nós sabíamos até há alguns meses, no entanto, era que a PepsiCo, assim como sua maior concorrente, a Coca-Cola, haviam concordado em parar de testar em animais em 2007.

A notícia oficial, publicada no New York Times, é de maio de 2007 (confira aqui). O fim dos testes das duas gigantes teria se dado por um acordo com a ONG norte-americana PETA, conforme foi divulgado no site da ONG no dia 10 de maio de 2007 (confira aqui).

O Vista-se foi fundado no mesmo mês – um dia antes da publicação da PETA, por coincidência – e, durante todos esses anos, não vimos ninguém questionando sobre a política contra testes em animais da Coca-Cola e da PepsiCo. Não quer dizer que não tenha havido alguma movimentação, mas, se houve, nós não ficamos sabendo.

Mas isso mudou em 2017, dez anos depois, quando chegaram até nós alguns comentários sobre possíveis testes em animais da PepsiCo e que a empresa, por isso, não era liberada para veganos. Ficamos ligados no caso e começamos a pesquisar a respeito em outubro de 2017.

Escrevemos para a PETA em 05 de outubro de 2017 e trocamos vários e-mails com eles até o dia 19 do mesmo mês.

Em paralelo, levantamos as políticas sobre testes em animais das duas empresas, Coca-Cola e PepsiCo. Para nossa surpresa, os textos são absolutamente idênticos, mesmo as empresas sendo concorrentes. Isso pode ter acontecido por um acordo mútuo, mas, de qualquer forma, é estranho ver as empresas se posicionando de forma idêntica, com o mesmo texto. Confira os textos nos links a seguir: Coca-Cola (confira aqui) e PepsiCo (confira aqui).

Mas o que faz muitas pessoas acharem que essas empresas testam em animais, apesar do acordo em 2007 com a PETA, é a seguinte frase: “Onde as agências governamentais exigem testes em animais para demonstrar a segurança dos ingredientes, as empresas que usam esses ingredientes contam com testes de terceiros.” – diz o texto, presente nos sites das duas empresas.

De fato, essa frase parece abrir uma porta para que a empresa permita que seus produtos ou ingredientes sejam testados em determinados locais. Por outro lado, pode querer dizer que esses testes em terceiros citados sejam antigos, algum estudo já conhecido. Por exemplo: a Pepsi precisa colocar um corante X em um novo refrigerante. Se já há testes em animais sobre esse corante X, bastaria apresentar a documentação, seria um teste realizado por terceiros.

Outro fato que é importante que se saiba é que todos esses produtos químicos que usamos nos alimentos foram testados em algum momento da história. Mesmo um corante usado em um produto de uma empresa vegana pode ter sido testado em animais – e provavelmente foi – há dez, vinte anos.

Levamos isso até a PETA e essa frase sobre testes de terceiros foi o tema da conversa que tivemos com eles na troca de e-mails.

Segundo uma representante da diretoria da PETA, aparentemente (ela deixou claro que não é uma certeza e usou a expressão “parece que…”), a PepsiCo teria deixado essa frase apenas como uma forma de segurança para eles, já que a FDA (uma espécie de ANVISA dos Estados Unidos) não obriga testes em animais para produtos alimentícios.

Ainda segundo a representante da PETA, a ONG não tem informação de que haja algum país no mundo que obrigue fabricantes de alimentos a testarem seus insumos em animais. A China, conhecida por exigir testes em animais para produtos cosméticos, até onde sabemos, obriga apenas para cosméticos mesmo.

A representante da PETA garantiu ainda que, caso eles descubram algo fora do acordo de 2007, eles farão uma denúncia pública.

Por tudo isso, embora haja realmente algo de estranho nessa frase, não sentimos que há uma certeza para apontar que a PepsiCo e que a Coca-Cola de fato fazem testes em animais.

Estamos abrindo tudo isso nesse momento apenas para que não haja dúvidas de que o nosso posicionamento sempre foi, continua sendo e sempre será abolicionista. Normalmente, não abrimos desta forma as pesquisas que fazemos, até para não expor pessoas ou marcas desnecessariamente, mas sobre esse caso achamos necessário.

Gostaríamos também de deixar claro que, em alguns momentos, pode parecer que não estamos nos posicionando sobre alguns casos por desconhecimento ou desonestidade. Mas, acredite, não é. Em todos os casos fazemos de tudo para trazer a informação correta e, muitas vezes, o não posicionamento público faz parte da estratégia para conseguir as informações.

Isso é o que sabemos até o momento de fechamento desta matéria. Qualquer novidade, publicaremos.

ADIÇÃO DE CONTEÚDO EM 26/05/2018 ÀS 08h14:
Não falamos sobre patrocínios a eventos com animais nesta matéria porque o foco era em relação aos testes em animais. Mas é bom que se registre que a Coca-Cola é uma das principais patrocinadoras de um grande rodeio nos Estados Unidos, conforme noticiamos em 2015 (relembre aqui). A Coca-Cola já patrocina esse rodeio há muitos anos e continua patrocinando. Sobre a PepsiCo, ela aparece como apoiadora de pelo menos um grande rodeio nos Estados Unidos (veja aqui).

340 pessoas agradeceram por este conteúdo.

publicidade


Ir para a capa do Vista-se (clique aqui)

Apoie com R$ 1,00 por mês (clique aqui)

Nossas redes sociais:
Facebook | YouTube | Instagram | Twitter

Publicidade: