Unilever, que testa em animais, lança Hellmann’s com a palavra ‘vegan’ em letras garrafais no rótulo

- visualizações

Unilever, que testa em animais, lança Hellmann’s com a palavra ‘vegan’ em letras garrafais no rótulo

A Unilever continua testando em animais.


250 pessoas agradeceram por este conteúdo.


A gigante Unilever não está para brincadeira e tem buscado agressivamente atingir o público que consome produtos sem nada de origem animal.

A partir de outubro, a empresa vai lançar no Reino Unido uma versão do produto Hellmann’s chamada Vegan Mayo (maionese vegana). A nova maionese traz a palavra “vegan” (vegana) estampada em letras garrafais na parte da frente do rótulo, deixando claro que a Unilever quer chegar ao público vegano e a todos aqueles que consomem produtos sem nada de origem animal.

Em 2014, porém, o posicionamento da empresa em relação a maioneses vegetais era completamente oposto. Tanto que eles chegaram a mover um processo contra uma empresa vegana pequena, alegando que um produto sem ovos não poderia ser chamado de maionese.

Dois anos depois, em 2016, a Unilever lançou sua própria maionese vegana mas, na ocasião, ainda se recusava a chamar o produto de maionese. O produto tinha o complicado nome de Carefully Crafted Dressing & Sandwich Spread, algo como “Molho Cuidadosamente Trabalhado para Espalhar no Sanduíche” (relembre aqui).

Mais dois anos adiante, 2018, e a Unilever finalmente resolveu admitir que maionese vegana é maionese, sim. No caso do novo produto, a Hellmann’s Vegan Mayo, os ovos foram substituídos por amido de milho. Os outros ingredientes são os mesmos usados na Hellmann’s tradicional.

A Hellmann’s Vegan Mayo terá um selo amarelo escrito “vegan” (além das letras garrafais), que atesta que trata-se de um produto adequado para veganos.

Esta certificação foi dada à Unilever pela European Vegetarian Union (União Vegetariana Europeia), a mesma ONG que vem certificando diversos produtos da empresa que têm versões totalmente vegetais como Magnum, Cornetto, Becel e sorvetes Ben & Jerry’s. Para ver a história de todos esses produtos, use a busca do Vista-se com a palavra “unilever” (busque aqui).

A Unilever, contudo, continua com sua política de tester em animais. Uma das principais discussões no movimento vegano brasileiro atualmente é justamente essa: poderia um produto de uma empresa que testa em animais ser considerado vegano? Isso valeria também para empresas de cosméticos?


Cronologia dos fatos:

2014: Unilever processa empresa vegana pequena alegando que não se pode chamar de maionese um produto sem ovos.

2016: Unilever lança sua própria Hellmann’s sem ovos, mas nega chamar o produto de maionese.

2018: Unilever lança Hellmann’s Vegan Mayo.


Não há previsão de chegada do novo produto ao Brasil.

250 pessoas agradeceram por este conteúdo.

Ir para a capa do Vista-se (clique aqui)

Apoie com R$ 1,00 por mês (clique aqui)

Nossas redes sociais:
Facebook | YouTube | Instagram | Twitter

Publicidade: