- visualizações

Vídeo mostra como são tingidos os pintinhos coloridos vendidos informalmente pelo país

Entenda como é feito o processo e denuncie caso flagre a venda.


81 pessoas agradeceram por este conteúdo.


Um vídeo que vem sendo amplamente compartilhado nas redes sociais mostra como filhotes de galinha são tingidos de várias cores para servirem de brinquedo. Os animais coloridos artificialmente são vendidos em vários países, inclusive no Brasil, como uma espécie de tradição em época de Páscoa.

A intenção de quem compra esses animais é agradar as crianças com um presente diferente. Muitos pais e responsáveis dão esse tipo de presente justamente para aquelas crianças que demonstram amar os animais. Inocentes, as crianças adoram ver os animais coloridos.

Mas o que pouca gente sabe, embora não seja difícil de deduzir, é que o processo envolvido para que esses filhotes cheguem às casas das pessoas é cruel. Na maioria das vezes, esses pintinhos são machos descartados da indústria dos ovos. As granjas aproveitam apenas as fêmeas para explorá-las durante toda a vida para a postura de ovos. No fim do ciclo de produção, elas também são mortas.

Após serem recolhidos nas granjas de ovos, os pintinhos são colocados em recipientes plásticos. Conforme mostra o vídeo, um funcionário joga tinta sobre eles e começa a passar o pigmento nos animais. É óbvio que, mesmo que fosse feito com cuidado, seria algo errado, mas chama a atenção o modo como o funcionário trata as aves, jogando de um lado para o outro, passando tinta sem se preocupar se eles vão se machucar.

Quem compra pintinhos coloridos quase sempre encontra o animal morto após alguns dias. Isso porque as aves, sensíveis e vulneráveis, são manuseadas de qualquer jeito e principalmente porque a tinta usada no processo é altamente tóxica, a mais barata possível.

Infelizmente, esses filhotes podem ser encontrados pelo Brasil por preços que giram em torno de R$ 2,00 cada. A venda é feita especialmente em cidades pequenas, onde a fiscalização é menos rígida e a população ainda consente este tipo de situação.

Produzir ou vender pintinhos coloridos configura crime de maus-tratos aos animais segundo o artigo 32 da Lei 9.605 de 1998. Portanto, é uma prática ilegal e quem compra também está agindo contra a lei, além de estar colaborando diretamente para uma prática nojenta e antiética.

Qualquer cidadão que flagrar a venda desses animais pode e deve acionar a polícia, preferencialmente a polícia ambiental.

Assista ao vídeo (cenas fortes) | Youtube

81 pessoas agradeceram por este conteúdo.

publicidade


Ir para a capa do Vista-se (clique aqui)

Apoie com R$ 1,00 por mês (clique aqui)

Nossas redes sociais:
Facebook | YouTube | Instagram | Twitter

Publicidade: