- visualizações

Considerando tomar creatina como vegano? Aqui está tudo o que você precisa saber

Tudo sobre a creatina.


23 pessoas agradeceram por este conteúdo.


Especial Publicitário


Com o aumento do número de pessoas que optam por uma dieta vegetariana ou vegana, a dúvida frequente é: se você parar de comer alimentos de origem animal, ficará deficiente em certos nutrientes? Felizmente, a resposta é “talvez”. E, neste caso, é preciso considerar que existem várias alternativas para suplementar qualquer deficiência nutricional do organismo.

Mas enquanto essas questões geralmente relacionam dietas vegetarianas com o consumo de proteínas, um importante nutriente frequentemente esquecido é a creatina. Afinal, as principais fontes alimentares de creatina são frutos do mar e carne vermelha, alimentos indisponíveis para quem segue uma dieta à base de vegetais.

O que é creatina?

A creatina é um aminoácido não proteico que pode ser encontrado em alguns alimentos, mas também é frequentemente consumido na forma de suplemento alimentar. É considerado um nutriente não essencial porque pode ser produzido de forma endógena (pelo próprio organismo).

Este suplemento existe há anos, mas recentemente ganhou maior popularidade por ser um dos mais eficazes para melhorar o desempenho atlético e esportivo. Por isso, na maior parte, o interesse na creatina tem sido principalmente em relação ao seu uso como suplemento para otimizar a rotina de treino e os seus resultados.

De fato, é um dos recursos ergogênicos mais bem pesquisados ​​e pode beneficiar quase todos os atletas devido ao seu papel no metabolismo energético. Mas a creatina também tem aplicações além do fitness e do esporte, inclusive na saúde neurológica e potencialmente na regulação do humor.

Existem muitos tipos de creatina no mercado, os resultados positivos encontrados na suplementação são especificamente da creatina monohidratada. Esse composto de aminoácidos é encontrado na forma de pó branco, quase insípido, devendo ser ingerido após a mistura com um líquido, como água, sucos, smoothies ou em seus shakes favoritos.

Cerca de 99% da creatina que você consome é absorvida no trato digestivo, sendo que a maior parte é armazenada no sistema muscular esquelético, mas pequenas quantidades também são armazenadas no cérebro. A suplementação aumenta os estoques tanto no músculo quanto no cérebro, embora tenha um impacto maior nos estoques de creatina muscular.

Você segue uma dieta vegana ou vegetariana? Considere tomar um suplemento de creatina

A creatina definitivamente não é apenas para quem consome diferentes classes de alimentos. Os vegetarianos podem se beneficiar da suplementação tanto quanto, se não mais, do que os onívoros.

A creatina monohidratada em pó vegana é uma maneira conveniente de complementar sua dieta e apoiar seus objetivos de condicionamento físico. Está cientificamente comprovado que aumenta o desempenho e a potência, e também fornece a sua ingestão diária recomendada deste composto de aminoácidos.

Existem marcas de creatina vegana de alta qualidade no mercado, adequadas para veganos e não veganos, que podem ser consumidas antes, durante e após o treino, facilitando a incorporação à sua rotina. Em suma, é um suplemento versátil que traz uma série de benefícios para o desempenho físico e mental. É acessível, seguro e eficaz.

Estudos mostram que vegetarianos respondem melhor a suplementos de creatina

Outra coisa interessante a considerar sobre a creatina pra vegetarianos e veganos é que, segundo pesquisas, estes grupos respondem melhor à suplementação. As pessoas que se abstêm de comer produtos de origem animal podem se sair melhor com suplementos de creatina, de acordo com um estudo de revisão no International Journal of Environmental Research and Public Health.

Benefícios da suplementação de creatina

A creatina e o fitness

Você não precisa comer carne para fazer um treino intenso. Estudos relacionaram consistentemente níveis mais altos de creatina com aumento de massa muscular e melhor desempenho na academia, ou seja, os atletas de força vegetarianos podem fazer uma suplementação diária com doses recomendadas para alcançar melhor performance.

Creatina e a saúde óssea

A saúde óssea pode ser uma preocupação particular para pessoas que aderem a uma dieta vegana ou vegetariana. Há algumas evidências de que os suplementos de creatina podem ajudar a aumentar a densidade óssea, mas apenas quando combinados com treinamento de força. Os estudos sobre creatina e massa óssea não analisaram especificamente os vegetarianos. Mas ainda é outro benefício possível de suplementar com creatina se você for um vegetariano ou vegano que treina musculação.

Creatina e saúde do cérebro

A suplementação com creatina pode ajudar positivamente a função cerebral, pois os músculos não são as únicas partes do corpo que usam ATP (Adenosina Trifosfato) como energia – o cérebro também gasta bastante quando você está envolvido em tarefas mentalmente desafiadoras. Em vegetarianos, a suplementação de creatina levou a uma melhor memória e cognição, de acordo com um estudo publicado no The British Journal of Nutrition.

Se você segue uma dieta baseada em vegetais e acha que a creatina o ajudaria em esforços físicos, otimizando a composição corporal ou a função cognitiva, vale a pena tomar um suplemento de creatina. Embora não seja 100% necessário em uma dieta vegana ou vegetariana, as evidências dos seus benefícios são fortíssimas. Apenas certifique-se de escolher a creatina monohidratada e tomá-la de forma consistente para obter os melhores resultados.

23 pessoas agradeceram por este conteúdo.

Ir para a capa do Vista-se (clique aqui)

Apoie com R$ 1,00 por mês (clique aqui)

Nossas redes sociais:
Facebook | YouTube | Instagram | Twitter

Publicidade: